Topics quentes fechar

Reviravolta do Chelsea em Manchester estraga a festa do City

O Chelsea venceu o Manchester City, este sábado, por 2-1, em Manchester, e adiou o título dos citizens.

O Chelsea venceu o Manchester City, este sábado, por 2-1, em Manchester, e adiou o título dos citizens.

No fim do jogo, a frustração estava estampada nos rostos dos jogadores do Manchester City e do treinador Pep Guardiola. Afinal, mais uma vez, a equipa líder do campeonato inglês viu adiada a possibilidade de sair do relvado com o título garantido. Pior ainda foi a forma como a derrota surgiu: após uma reviravolta, diante do rival Chelsea, em casa, e após desperdiçar uma grande penalidade quando o jogo estava 1-0 a seu favor.

Relacionados

Apesar da derrota, o City mantém uma confortável vantagem no primeiro posto da classificação, com 80 pontos - 13 a mais que o segundo, o Manchester United, que joga com o Aston Villa este domingo. O Chelsea, por sua vez, chegou aos 64 pontos e aproximou-se ainda mais da vaga na próxima Liga dos Campeões.

Após um primeiro tempo bastante equilibrado, o City abriu o marcador aos 44'. Gabriel Jesus ganhou a Christensen, entrou na área e assistiu Agüero. O argentino tentou dominar, falhou, e Sterling conseguiu rematar sem hipótese para Mendy.

No minuto seguinte, mais uma vez Gabriel Jesus em destaque ao sofrer uma grande penalidade. Agüero, maior artilheiro da história do City com 258 golos, foi para a cobrança, no tempo extra, mas tentou um penálti à Panenka, no centro da baliza, e Mendy defendeu com facilidade.

Na segunda parte, o Chelsea foi melhor. Empatou no minuto 63 com Ziyech. Depois da troca de passes entre Azpilicueta, Pulisic e Ziyech, o camisola 10 rematou com o pé esquerdo, fora da área, ao canto inferior direito da baliza de Ederson. Os blues tiveram perto da reviravolta em dois momentos, aos 79' e 81', com golos de Werner e Hudson-Odoi anulados por estarem em posição irregular.

Mas o melhor estava para o fim. Aos 92', mais uma boa jogada do Chelsea no flanco direito, que terminou com um cruzamento de Werner e remate de Alonso, no coração da área, sem hipótese para Ederson. Era o golo da vitória da equipa de Londres.

Shotes semelhantes
Shotes mais populares dessa semana